Começando um e-commerce com pequeno orçamento de marketing

07.DEZ.2019

Começando um e-commerce com pequeno orçamento de marketing

por Leandro Marcato

Recentemente participei no evento Congresso Ads e Perfomance, do E-commerce Brasil. No palco PME, abordei o tema “estratégias de marketing com orçamento pequeno”. Percebendo o interesse do público e as dificuldades que tive no começo da minha empresa, resolvi escrever este artigo para quem está começando.

Acredito que um dos maiores problemas de quem está começando é o assédio de ferramentas que prometem o aumento da sua taxa de conversão. A variedade é tanta que o pequeno empresário acaba fechando várias dessas ferramentas, mesmo sem antes ao menos ter iniciado o básico ou extraído o máximo de outros serviços já implantados.

Antes de tudo você precisa ter bem definido o tipo de produto e para qual público você irá direcionar sua estratégia de marketing. Iniciar uma empresa generalista, tentando atingir vários públicos, pode ser um erro – você irá queimar muito investimento até encontrar qual realmente está gerando conversão. Após essa definição, o empreendedor deve arregaçar as mangas e começar a executar. Lembrando que o feito é muito melhor do que o perfeito. A seguir, separei alguns pontos que eu acho importantes serem abordados:

1 – Marca
Acredito que esse seja o principal pilar. É onde sua marca se tornará grande (ainda que seja pequena). Invista em um branding e fotos para o consumidor se identificar com a sua empresa – e criar desejo por ela.
Tente descobrir o que gera valor para seu consumidor nesse momento. Uma simples cartinha escrita à mão pode te diferenciar do seu concorrente e fazer esse cliente realizar uma nova compra no seu site.

2 – SEO
Comece gerando conteúdo sobre o que é relevante para seu consumidor no momento de compra do seu produto. Por exemplo: aqui nós vendemos móveis. Por isso sempre publicamos dicas de como comprar móveis, como decorar o espaço ou algo relacionado à reforma residencial.

3 – ADS
De acordo com a sua verba de marketing defina qual será a melhor estratégia. Caso você tenha um produto de mercado (não exclusivo), opte por concentrar o investimento em Google Ads. Dessa forma você começará a ter um retorno mais imediato.
No caso de você possuir um produto exclusivo, o primeiro passo será gerar o desejo. Acredito que o Facebook ou o Instagram são as redes sociais mais indicadas, pois você conseguirá divulgar seu produtos e as pessoas criarão o desejo de compra sobre eles.

Entretanto, para ambos os casos o importante é ficar muito atento ao CPA e ROAS de cada uma das campanhas – observe em o quanto está retornando a cada R$ 1 investido.

4 – E-mail
Como dizem, o LEAD é o um dos maiores patrimônios da sua empresa. Trate ele como único! Envie e-mail super personalizado, de acordo com a segmentação do seu cliente. No começo isso pode ser feito com ferramentas bem acessíveis.

Conclusão
No começo de uma empresa, o empreendedor tem que fazer de tudo um pouco e acaba se preocupando mais em fazer coisas novas ao invés de extrair o máximo do que já está rodando. Não foi diferente para nós e, por isso mesmo, nos últimos anos resolvemos segurar novas implantações de ferramentas para tentar extrair ao máximo das que já estão implantadas.

Fique de olho nos dados após as implementações acima. Defina um período de análise, diário ou semanal, e acompanhe sessões, taxa de conversão, receita e ticket médio. Com passar do tempo você inicia uma análise mais ampla e o que cada canal está convertendo e qual o custo de cada um deles. Com esses dados você decide o que realmente está gerando conversão.


Leandro Marcato é fundador da Veromobili, loja de móveis e decoração com Design e fáceis de montar. Cresceu dentro da empresa de móveis da família e, em 2011, se formou em Engenharia Civil com especialização em Ambiental.

Fonte: ecommercebrasil