O dia a dia na COGITARE é tema de palestra na UNIRP

29.OUT.2019

O dia a dia na COGITARE é tema de palestra na UNIRP

Fernando do Vale, Diretor de Criação da Agência COGITARE foi convidado pela UNIRP - Centro Universitário de Rio Preto a contar um pouco de suas experiências e o dia a dia na agência, para os alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e de Jornalismo no Encontro de Comunicação e Rádio, o ECOR.

Em sua VIª edição, o ECOR aconteceu de 28 a 31 de outubro e reuniu profissionais importantes do setor na nossa região, para discutir as novas tendências do mercado de comunicação dirigida, marketing e novos formatos.

Durante sua palestra, Fernando contou sua trajetória desde antes de ingressar na faculdade, como foram as suas experiências profissionais, quais desafios encontrou durante sua carreira, até a fundação da COGITARE.

“Fiquei muito feliz em receber o convite da organização do ECOR para contar um pouco do cotidiano da agência, os desafios do presente e do futuro e o que estamos fazendo pra gerar valor e resultados aos nossos clientes”, diz Fernando.

Contou também sobre o modelo de operação na agência, baseado na inteligência coletiva. “Na COGITARE, Criação só cria? Não! Cria, planeja, pesquisa… Planejamento, só planeja? Não! Planeja, analisa, cria… A gente acredita que ideias compartilhadas e o envolvimento de várias mentes pensantes com diferentes repertórios e experiência nos permite ir além. Essa soma tem dado o tom aos nossos projetos na busca de surpreender nossos clientes”, diz Fernando.



“A COGITARE não é uma agência nem on e nem off: a gente misturou essas duas nomenclaturas pra não limitar a nossa entrega aos nossos clientes. Afinal, nossas peças são pensadas para emplacar a ideia, prezando muito pela comunicação e experiência do consumidor, não importando o ambiente”, destaca Fernando.

Fernando, também participou do programa de rádio e de TV e contou um pouco da sua trajetória na comunicação além de dicas para os estudantes. “Acho que tem muitas oportunidades para quem está começando agora, mas você deve entrar no “campo de batalha” mesmo não estando pronto, afinal a gente nunca está (rs). Buscar no seu meio de convívio uma necessidade de uma peça criativa ou de algum planejamento pode ser o “start”. Em geral, eu acho que existe muitas ONGs necessitando de projetos de comunicação ou até mesmo na família, você pode encontrar algum profissional de serviço precisando de uma marca ou um posicionamento. Dessa forma você pode demonstrar seu talento e com isso desenvolver um portfólio, ganhar indicações e entrar no mercado, ressaltou o diretor de criação.